Principais erros na dinâmica em grupo

A fase da dinâmica em grupo é muito tensa para a maioria dos candidatos, já que eles precisam demonstrar o máximo de seu potencial em uma ou duas horas apenas. Dessa forma, erros que seriam considerados pequenos e insignificantes em outras situações, podem significar a perda de preciosos pontos na avaliação, diminuindo suas chances. Por isso, separamos os erros mais comuns que você deve evitar.

Não tente adivinhar o que a empresa busca

Você até pode achar que sabe o perfil profissional que empresa procura. E pode também achar que vai desempenhar bem o papel do profissional feito sob medida para ela. Só que não funciona bem assim. Primeiro: esse perfil não é tão óbvio e varia muito de acordo com cargo, chefia, área, empresa etc. Segundo: os recrutadores que conduzem a dinâmica de grupo são treinados para observar quem não está sendo real. Ou seja, é fácil perceber quando você está encenando.

Não precisa falar tanto

Se você é extrovertido mesmo, não precisará forçar essa característica, mas é preciso ter bom senso e deixar que as outras pessoas também falem. Um candidato que fala demais pode atrapalhar o andamento da dinâmica, desviar o foco, atrasar as atividades e impedir a participação dos colegas.

Entrar mudo e sair calado também não é uma boa

Essa atitude é ainda pior do que falar demais, isso porque o candidato que não diz nada, não pode ser avaliado. É como se ele não tivesse participado da dinâmica. Ou seja, se você for extremamente tímido, precisará se esforçar um pouco e ainda que fale pouco, ter uma fala que seja pertinente, pode representar muitos pontos.

Competitividade exagerada

Não é legal focar tanto na vaga a ponto de esquecer da boa educação. Algumas empresas valorizam profissionais competitivos, mas é preciso ter cuidado para não confundir essa competitividade com agressividade. Nada de atropelar os colegas para chegar na frente!

Não faça tudo sozinho

Como o próprio nome já diz, a dinâmica é em grupo e por isso você não pode fazer tudo sozinho. É muito bem visto que você tenha uma opinião e saiba defendê-la entre os outros competidores, mas é indispensável que você saiba ouvir as opiniões alheias.

Cuidado com a roupa

Chegar à dinâmica de um banco usando jeans e camiseta é tão ruim quanto aparecer de terno e gravata no processo seletivo de uma marca de esportes radicais. Escolher uma roupa adequada demonstra que você se preocupa com a leitura do ambiente de trabalho e tem bom senso para se adaptar a ele. Para os casos em que o nome da empresa não é revelado, a alternativa é escolher a combinação básica de calça social com camisa.

Ficar muito à vontade não é bom

É legal que você se sinta à vontade e consiga demonstrar todo o seu potencial. Só tome cuidado para não exagerar e acabar perdendo a linha, fazendo piadinhas e brincadeiras fora de hora. Lembre-se de que esse é um momento de avaliação e sinta-se à vontade para colocar ideias e participar sem exageros.
Agora ficou mais fácil se sair bem nesse momento tão importante. Boa sorte!